Impotência

4 Comentários »
Talvez um dos piores sentimentos que o homem pode sentir, a impotência ata nossas mãos e nos impossibilita de agir e de reagir. Por sua causa vemos coisas acontecerem, pessoas sofrerem e não podemos fazer nada, mesmo que queiramos.

A dor por ela provocada é terrível e profunda, principalmente quando algo que amamos está envolvido pelas circunstâncias e longe do nosso raio de atuação. Pior é quando você quer ajudar alguém e, talvez até possa, mas essa pessoa recusa sua ajuda ou se isola.

Pessoalmente não consigo ficar nessa situação. Sou uma pessoa que luta pelo que ama e não deixa barato. O que precisar ser feito será. E essa obstinação por ajudar e acabar com um sofrimento ou com algum problema acaba trazendo sofrimento e problemas para mim, mediante ao fracasso de tentativas sinceras de fazer o bem a alguém. Mas não me arrependo, quando consigo meu objetivo recebo em troca a felicidade e a paz de espírito da outra pessoa, e é assim que eu fico também.

Só é difícil para mim, ter minha ajuda necessária, como qualquer outra, desprezada. Como alguém pode querer buscar sozinho a solução? Faz parte da natureza humana o convívio, o relacionamento entre os seres da espécie e a troca de experiências, ninguém pode viver ou agir totalmente sozinho. E ajuda não pode ser deixada de lado. Tudo que é sincero tem que ser considerado e pensado.

Mas da onde surge a impotência?

Talvez uma coisa simplesmente não possas ser resolvida ou você não possa ajudar mesmo; a pessoa ou situação não permite sua ajuda porque não necessita ou não quer ajuda de ninguém; ou você não foi sincero de verdade e não fez por merecer confiança e ouvidos.

Essa última pode ser ao mesmo tempo triste e justa. Você tem que merecer a atenção da pessoa, tendo um bom relacionamento com ela, sendo sincero ou expondo bem sua opinião. A tristeza fica em pensar que você não é o suficiente para ajudar a pessoa. E isso pode ser pelos motivos que acabei de dizer ou porque a pessoa não reconheceu seus esforços e suas reais intenções, aí a dor que já era muita fica cada vez pior.

Diante das impotências, como amigos com problemas, uma enrascada que você se meteu, problemas com a família e até questões do país, mundo e meio ambiente, o que fazer?

Primeiramente você deve entender que existem coisas que estão e outras que não estão ao nosso alcance. Dentre as que estão ao nosso alcance nós podemos ser responsáveis diretos tanto para a melhora quanto para o início do problema. Já com as coisas que não estão ao nosso alcance é preciso não se desesperar, tente dar seu apoio emocional e esteja sempre preparado para poder ajudar algum dia, porque o problema pode tomar novo rumo e você pode de repente ser útil.

Faça tudo com sinceridade e esteja pronto para fracassos e êxitos. E nunca, nunca desista, mesmo que o mundo e todos os fatos te digam pra parar, se você quiser mesmo ajudar e atingir um objetivo, e se ele for importante de verdade, continue, vai valer à pena. Pelo menos você vai sentir que fez o máximo que pôde.
20:10

4 Responses to "Impotência"

Thaco Morat Says :
29 de agosto de 2008 21:50

É tão ruim quando não temos o controle de determinada situação. Mas é pior ainda não conseguir se desapegar dessa mania de controle (meu caso), e se jogar pra trás sem saber onde vai cair.

Mahatma Naiads Says :
30 de agosto de 2008 18:18

"Faça tudo com sinceridade e esteja pronto para fracassos e êxitos. E nunca, nunca desista, mesmo que o mundo e todos os fatos te digam pra parar, se você quiser mesmo ajudar e atingir um objetivo, e se ele for importante de verdade, continue, vai valer à pena. Pelo menos você vai sentir que fez o máximo que pôde. "

Gostei muito do texto e em especial desta parte acima citada... ^^

Quero lembrar deste parágrafo final quando estiver me sentindo impotente, fraca, sem esperanças, pois com certeza ele me fará sentir-me melhor, sério mesmo...

Eu sou muito pessismista em relação às coisas, o que é ruim pois muito frequentemente me sinto minúscula nesta realidade gigante... Mas tenho que mudar isso...

g.winme Says :
30 de agosto de 2008 22:56

Mas é uma necessidade ficar só. Os pensamentos saem com mais facilidade. E às vezes precisamos de um tempo com quem tá sempre do lado e ajudando para saber se temos como nos apoiar em outras pessoas também. Às vezes temos que entender que ninguém quer ser um fardo a ser carregado.

L. Hobbit Says :
5 de setembro de 2008 19:58

Quem ama carrega a mais pesada das cruzes sem reclamar e sem sentir dor.

Postar um comentário